Português Italian English Spanish

Organização entra com pedido de liminar, mas justiça não se manifesta

Organização entra com pedido de liminar, mas justiça não se manifesta


Impedido por descumprir decreto municipal, organização tenta liberação show de Wesley Safadão em Miguel Alves por meio ação judicial

EXCLUSIVIDADE PORTAL POST UNIÃO
EM PRIMEIRA MÃO, DIRETO DE MIGUEL ALVES 
 

Organização tenta liberar show de Wesley Safadão.
(Foto: Reprodução)

 

A organização do show com o cantor Wesley Safadão que ocorreria nesta segunda-feira (23/05) em Miguel Alves (PI) entrou com um pedido de liminar, ação judicial que visa a concessão de um ordem urgente,  junta ao Tribunal de Justiça do Piauí (Vara Única da Comarca de Miguel Alves) solicitando a liberação para realização do evento.

No entanto, até o momento o juiz não se manifestou e sendo assim, o show continua suspenso, de acordo com o decretos municipais  publicado pela Prefeitura de Miguel Alves.

Pedido realizado pelo advogado da organização.
(Foto: Reprodução)
 

A reportagem do portal Post União, conversou com o Dr. Tiago Andrade, Superintendente Municipal de Arrecadação e Tributos do município de Miguel Alves para esclarecer os fatos.

"Nós realizamos a proibição evento e a organização do evento entrou com um pedido de liminar junto ao poder judiciário. Primeiro em Teresina e depois redistribuído para a comarca da Vara de Miguel Alves e ainda não foi apreciado pela justiça, ou seja, isto significa que a realização do evento continua suspenso, visto que eles precisam de uma decisão judicial favorável para acontecer e ainda não não houve essa decisão", contou.

"O descumprimento dessas decisões acarretarão em responsabilização tanto civil quanto criminal dos organizadores do evento, caso ocorra algum problema", finalizou. 

ENTENDA O PROCESSO;

 

Decisão do TJ redistribuindo o processo para a comarca de Miguel Alves. 
(Foto: Reprodução)